Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009

Um estudo que não interessa a lobbies

Não sei a partir de quando é que deixou de ser "politicamente correcto" referir ou aprofundar os estudos científicos que abordam a relação entre a homossexualidade e a pedofilia.

Seja por acção dos lobbies ou por oportunismo/receio político, a verdade é que este é um argumento que tem sido alvo de incessantes tentativas quer de silenciamento ao ignorar-se intencionalmente a sua existência, quer de descrédito ao catalogar este como mero argumento religioso de seitas anti-homossexuais.

Fugindo a essa regra, divulgo o seguinte estudo científico:


Freund K, Watson RJ.

Department of Behavioural Sexology, Clarke Institute of Psychiatry, Toronto, Ont., Canada.


"Previous investigations have indicated that the ratio of sex offenders against female children vs. offenders against male children is approximately 2:1, while the ratio of gynephiles to androphiles among the general population is approximately 20:1. The present study investigated whether the etiology of preferred partner sex among pedophiles is related to the etiology of preferred partner sex among males preferring adult partners. Using phallometric test sensitivities to calculate the proportion of true pedophiles among various groups of sex offenders against children, and taking into consideration previously reported mean numbers of victims per offender group, the ratio of heterosexual to homosexual pedophiles was calculated to be approximately 11:1. This suggests that the resulting proportion of true pedophiles among persons with a homosexual erotic development is greater than that in persons who develop heterosexually. This, of course, would not indicate that androphilic males have a greater propensity to offend against children."

- Freund, K. & Watson, R.J. (1992). The proportions of heterosexual and homosexual pedophiles among sex offenders against children. Journal of Sex & Marital Therapy, 18, 34-43.

Muita gente dirá, provavelmente, que o senhor Kurt Freund não passa de um homofóbico.

Com certeza não convirá a essa mesma gente referir que o senhor Freund é o mesmo Freund que recomendou a despenalização da homossexualidade na Checoslováquia dos anos 60. De facto, para os lobbies não convirá igualmente referir que 

"Freund concluded that homosexual men simply lacked erotic interest in females. Based on these studies, he advocated the decriminalization of homosexuality in Czechoslovakia (which took place in 1961) and the end of conversion therapy. These opinions also put him out of favor with the psychoanalytically dominated psychiatric establishment in Toronto, as he continued to argue that homosexuals needed understanding and acceptance rather than treatment."

Portanto, sejamos razoáveis e não cortemos as pernas à ciência só porque nos convém provar uma qualquer opinião.

Não deixa de ser irónico que os lobbies gay, que tanto criticam a Igreja, façam eles mesmos o que a Igreja fez durante séculos: ignorar, condicionar e condenar a ciência quando esta põe em causa a sua "doutrina".

 

publicado por Luís Pedro Mateus às 13:44
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
contacto | twitter

autores

pesquisar

 

blogues dos nossos

mais comentados

últ. comentários

OláCandidate-se a empréstimo rápido e confiável de...
Olá Pessoal, Eu concedo empréstimo de todos os tip...
Atenção: se você sabe que está pronto para se torn...
Meu nome é Patricia Martins, de Portugal, uma mãe ...
Você está ansioso para comprar para salvar a vida ...
Eu preciso de um crédito urugente entre particular...
Olá,Aviso aos meus clientes gentis, o endereço de ...
Grave e honesto em 72hVocê precisa de um empréstim...
Dia bomSe você é homem de negócios ou mulher? Se v...
Solicite um empréstimo rápido e conveniente para p...

arquivos

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds