Domingo, 28 de Fevereiro de 2010

Negócios de sucessão!

LegÍtimas ou não...isto é o que dá negociatas! Por mim...ainda bem que as sondagens dão o que dão!

publicado por Nuno Silva às 04:00
link do post | comentar | favorito
Domingo, 21 de Fevereiro de 2010

...

Mais uma vez, José Sócrates não esclarece o país acerca do seu envolvimento no processo Face Oculta. Recorreu à sua técnica habitual de vitimização como já, anteriormente, demonstrou quando se suscitaram dúvidas sobre a sua “licenciatura” em engenharia, deu a sua versão dos factos que é completamente diversa da realidade e ainda teve a lata de ameaçar.

Não percebo como é que um sujeito como ele ainda continua no governo e não percebo como é que ainda há pessoas que acreditam nele!!!

publicado por Rita Magalhães e Silva às 20:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Dúvida do dia

Ontem foi a Manifestação pelo Casamento e pela Familia a favor do referendo ao casamento entre pessoas do mesmo sexo. Depois vai-se ver bem as fotos, e a questão surge...mas querem um referendo ou querem fazer "gay bashing"????

publicado por Nuno Silva às 14:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Temos muito azar

Não me espanta que José Sócrates assuma até ao fim esta faceta de liderança. A necessidade de dar um murro na mesa, a quem em momentos de fragilidade nos tira o tapete, é um instinto tão natural para quem sabe que as opções se estão a esgotar e que as evidências começam a gritar para lá do que é suficientemente perceptível. Por isso, faz todo o sentido que este orgulho impeça aquilo que normalmente seria de esperar no nosso habitué cenário político: uma desistência.

 

Objectivamente, o simples facto de existirem indícios de condutas éticas dúbias, denunciadas e perfeitamente contextualizadas por vozes reconhecidas sobre o chefe do governo, seria material moral mais do que suficiente para o próprio tomar a iniciativa de uma defesa da honra elementar. Mas José Sócrates, orgulhoso, não vai fazer nada disso. Temos muito azar.

publicado por Manuel Oliveira às 03:38
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

Muito insultivo

 Olha quem é ele... Economista acusa Governo de ter utilizado recursos do Estado na campanha do PS.

tags:
publicado por João Ribeirinho Soares às 10:58
link do post | comentar | favorito
Domingo, 14 de Fevereiro de 2010

Ou uma coisa, ou outra.

O que está em causa neste momento, meus caros, é a oposição entre o Estado de Direito (Rule of Law) e o Estado Democrático. Ao contrário do que alguns fingem pensar, os dois, apesar de complementares, não são sinónimos, senão não teríamos de usar a expressão «Estado de Direito Democrático». Uma ditadura pode ser um Estado de Direito, pode ser um Estado em que vigora o primado da Lei e, infelizmente, é isso que alguns fingem querer.
O dilema aqui é claro: ou admitimos uma violação pontual do Estado de Direito, cujas leis têm sempre imperfeições, para poder impedir uma violação permanente do Estado Democrático ou então não. A escolha é de cada um. O resultado, sofreremos todos sem excepção.

 

Correctíssimo...

 

publicado por Nuno Silva às 04:30
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2010

Nada de novo

Quem lê o Sol de hoje pode achar-se vítima de ataque de diversos sentimentos: indignação, vergonha, frustração, irritação... Mas, tal como ontem afirmou Lobo Xavier na Quadratura do Círculo, surpresa não é coisa que afecte quem lê aquelas sete páginas e tenha a mínima noção da realidade do país em que vive. Compadrios, influências, manobras, manipulação, enfim, a mão gorda de quem manda e acha que tudo pode - a mão imunda de um estado que nunca mais acaba e que em tudo marca presença – constantemente em acção manchando a decência e a dignidade da nossa democracia e, acima de tudo, compromentendo a nossa liberdade.

publicado por Tiago Loureiro às 16:26
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito

A cabeça de Aguiar-Branco

Quando li que Aguiar-Branco vai mesmo candidatar-se à Presidência do PSD, várias perguntas surgiram na minha cabeça. 

Terá Aguiar-Branco a noção que, provavelmente, está a entregar as directas a Passos Coelhos?

Será esta candidatura de Aguiar-Branco, de divisão de um eleitorado que disputa com Rangel, de propósito pela "deslealdade" do eurodeputado com o anúncio de candidatura sem o avisar?

Quererá de facto Aguiar-Branco prejudicar Rangel na corrida?

 

Este PSD...

publicado por Nuno Silva às 14:42
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010

Não são 200, mas 20... Podiam até ser 2! Sempre um desperdício!!!

 

Estou calmo e sereno…

José Carlos Ferreira

Correspondendo ao repto e ao desejo do senhor Presidente da República, posso garantir ao país que estou calmo e sereno. Mas, há coisas que se estão a passar que me deixam completamente chateado.
Não me refiro directamente à Lei das Finanças Regionais. Essa foi mais uma birra das várias a que o Governo nos tem habituado.
O que me chateia verdadeiramente são os dez milhões de euros que o Governo atribuiu à Comissão para as Comemorações do Centenário da República. Quer dizer, para umas coisas, o país está mal, é preciso congelar salários, algumas obras não podem ir para a frente e não se pode dar mais 50 milhões à Madeira para corrigir uma injustiça do tempo de Guterres. Mas para outras, é o verdadeiro regabofe.
Na abertura oficial das comemorações ouvi o presidente da comissão dizer que vamos ter ao longo deste ano cerca de 500 eventos para celebrar o centenário da República. Se fizermos uma divisão linear dos dez milhões de euros pelos 500 eventos, chegamos à conclusão que cada um custa cerca de 200 mil euros.
Eu não sei que tipo de eventos vão ser. Para já só ouvi falar numas exposições. A custarem 200 mil euros, devem ser muito interessantes, isto tendo em conta que há por aí uns museus que apresentam ao público mostras de grande interesse e que são muito mais baratas.
Ora, em tempo de crise, não se pode, na minha opinião, dar mostras à União Europeia que somos uns foliões, onde, se é para festejar, não falta dinheiro.
Devia haver mais exemplos no país como a tomada de atitude da Câmara da Vidigueira. O presidente decidiu reduzir o seu salário e o dos seus vereadores, aumentando em 80 euros os salários mais baixos dos trabalhadores da autarquia. O senhor presidente da Câmara da Vidigueira ainda desafiou os seus colegas, os membros do Governo, os deputados e o Presidente da República a seguirem-lhe o exemplo, mas… assobiaram todos para o lado… É claro que eu estou calmo e sereno, mas bastante chateado…

(Publicado no Diário do Minho do dia 08.02.2010)

publicado por Manuel Aranha às 12:00
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

"A verdade vale mais do que a formalidade"

Concorrência desleal. O negócio da PT foi desfeito, mas uns accionistas daquela empresa, especialistas em compras na Comunicação Social, a Ongoing, avançou para a compra da TVI (depois de beneficiar de um financiamento polémico do Fundo de Pensões da PT) e cumpriu à risca o plano que havia sido delineado: puseram José Eduardo Moniz numa prateleira dourada, retiraram Manuela Moura Guedes do ar e alteraram o perfil do canal.

Entretanto, nos meios da finança e da Comunicação Social afirmava-se que a Cofina não conseguira obter o financiamento necessário para comprar a estação de Queluz de Baixo. O mistério adensava-se: como era possível que a Ongoing, cujo endividamento é enorme e cujos activos na Comunicação Social se resumem ao pequeno e deficitário 'Diário Económico' e a 23 por cento do Grupo Impresa (proprietário do Expresso), conseguisse um financiamento que é recusado à Cofina que detém o maior e mais lucrativo diário do país, o 'Correio da Manhã' e ainda a revista 'Sábado' e o jornal 'Record' entre os seus principais activos?

Ou seja, o que se passa neste mundo de jornais, rádios e televisões não é claro, nada claro. Neste momento, o grupo Impresa e o Grupo Cofina estão no mercado a lutar por audiências e por lucros gerados por essas audiências, defrontando-se com outros grupos para os quais o lucro não interessa, pois os objectivos sociais das empresas não está na comunicação, mas sim na influência que pode gerar essa comunicação. A Entidade Reguladora, sempre tão preocupada com pequenas coisas, bem se podia preocupar com isto. Se há concorrência desleal, é aqui.

publicado por Manuel Aranha às 10:23
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
contacto | twitter

autores

pesquisar

 

blogues dos nossos

mais comentados

16 comentários
14 comentários
11 comentários
8 comentários

últ. comentários

OláCandidate-se a empréstimo rápido e confiável de...
Olá Pessoal, Eu concedo empréstimo de todos os tip...
Atenção: se você sabe que está pronto para se torn...
Meu nome é Patricia Martins, de Portugal, uma mãe ...
Você está ansioso para comprar para salvar a vida ...
Eu preciso de um crédito urugente entre particular...
Olá,Aviso aos meus clientes gentis, o endereço de ...
Grave e honesto em 72hVocê precisa de um empréstim...
Dia bomSe você é homem de negócios ou mulher? Se v...
Solicite um empréstimo rápido e conveniente para p...

arquivos

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds