Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2010

Mais incoerências e contradições...

É tão engraçado como o Governo se tem esforçado ao máximo por cumprir o seu programa eleitoral e por demonstrar a democraticidade da sua governação! Agora vem dizer que, se a lei que legaliza o casamento entre pessoas do mesmo sexo receber o chumbo do Tribunal Constitucional, essa lei passará a abranger a possibilidade de adopção por parte de casais homosexuais. Ou seja, depois de muitas críticas sobre a inconstitucionalidade daquilo que foi aprovado na AR na passada sexta-feira, o Governo finalmente caíu em si e parece estar a admitir que, efectivamente, aquilo que foi aprovado é mesmo um verdadeiro "aborto jurídico" e pouco ou nada tem de democrático  - desde as discriminações dentro da própria lei, ao desprezo de mais de 90.000 assinaturas.

 

Só é pena que o Governo não se preocupe de igual modo em cumprir o seu programa quando se tratam de questões prioritárias como o combate ao desemprego, à divida pública ou ao endividamento externo. Mas lá está, neste caso mais vale não cumprir e atender às criticas. O problema é que teimosia e a cegueira do nosso Primeiro-Ministro impede-o de chegar à conclusão a que muita gente já chegou - que o programa de governo também ele é no seu todo um aborto.

publicado por Maria Dá Mesquita às 19:02
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Daniel João Santos a 13 de Janeiro de 2010 às 22:52
nada disto se passava, a possível inconstitucionalidade, se o governo tivesse feito as coisas como deveria e não criando uma discriminação numa lei, que deveria ser para acabar com uma discriminação.


De Rita Magalhães e Silva a 14 de Janeiro de 2010 às 00:18
Este alvoroço em torno da lei acerca dos casamentos entre homossexuais tem precisamente como objectivo desviar a atenção dos verdadeiros problemas que o país atravessa. Problemas esses que devem ser resolvidos e que evidenciam o insucesso do socialismo!


De Maria Dá Mesquita a 14 de Janeiro de 2010 às 05:49
A meu ver este alvoroço ainda tem mais que se lhe diga. Esta é uma das poucas matérias onde o governo consegue algum suposto consenso parlamentar (isto porque a esquerda à esquerda do PS achou que aprovar esta lei era melhor do que nada). E como a incerteza em relação ao futuro dos Socialistas no Governo é cada vez maior num cenário de maioria relativa, e se eventualmente o Governo vier a cair, ao menos podem dizer esta legislatura fez alguma coisa, e uma coisa «em grande»! E bastante «democrática»! E que lhes concederá lugar na história!
Em suma, a urgência de tomar estas medidas deve-se a meu ver, à incapacidade de governação noutros domínios, por sua vez bem mais importantes mas bem mais difíceis de arranjar consenso. Porque sim, o Governo sabe que há coisas bem mais importantes para o país do que estas fantochadas. Não sabe é como é que irá conseguir dar a volta à situação...


Comentar post

contacto | twitter

autores

pesquisar

 

blogues dos nossos

mais comentados

16 comentários
14 comentários
11 comentários
8 comentários

últ. comentários

SOUTHWESTLOANFUNDING é uma empresa de empréstimo n...
oferta de empréstimo a qualquer um sério e respons...
Good Day Dear Loan Seeker,Do you need an urgent fi...
oferta de empréstimo entre particular, muito rápid...
oferta de empréstimo entre particular, muito rápid...
oferta de empréstimo entre particular, muito rápid...
Olá / boa noiteSeria injusto da minha parte não el...
Olá / boa noiteSeria injusto da minha parte não el...
Olá / boa noiteSeria injusto da minha parte não el...
Sr. lund christopher a commenté un article auquel ...

arquivos

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds