Domingo, 31 de Janeiro de 2010

Ele há cada coisa!

Adoro Presidentes Americanos depois do final das eleições e de entrarem em funções!!!

publicado por Nuno Silva às 14:40
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010

Bom ou mau?

Notícias como esta ainda me suscitam alguma perplexidade:

 

"Uma cadeia só para pessoas transgénero

...

O projecto recebeu o aval da principal força da oposição, o Partido Democrata, e de diversos grupos de pessoas transgénero em Itália. "É uma boa notícia e é fruto de um trabalho conjunto entre os administradores e as associações como a Trans Genere, a Ireos e o Movimento pela Identidade de Género (MIT)", explicou Aurélio Mancuso, presidente da Arcigay."

 

Portanto, deixem ver se eu percebi:

 

Discriminar trangéneros e gays no casamento: mau.

Discriminar transgéneros e gays no exército: mau.
Discriminar transgéneros na prisão: bom.


Agora estou confuso.

 

Se se faz uma prisão para transgéneros, porque não uma para gays? Porque não uma para todas as pessoas com deformações passíveis de serem escarnecidas por outros reclusos?

E essa discriminação? É boa ou má?

 

Bolas, agora estou mais confuso.
 

publicado por Luís Pedro Mateus às 11:42
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010

O Livro de "Jobs"

 

Via Carlos Guimarães Pinto d'O Insurgente:

 

"É pior do que o kindle para a leitura de e-books. É menos conveniente do que o iPod para ouvir música. É pior que um Macbook para basicamente tudo o resto. Não é também, como se esperava, o grande avanço que se espera há muito nas vídeo-chamadas (nem sequer tem câmara) e navegar na internet só em sites sem flash. Uma grande banhada portanto. Até pode vir a ter sucesso pelo design e pela marca que ostenta, e é de esperar que conquiste espaço no mercado de brinquedos para adultos e nos indefectíveis clientes da Apple. Mas não foi a revolução que se aguardava certamente."

música: iPad, Apple
publicado por Manuel Aranha às 18:16
link do post | comentar | favorito

Missa por alma do Rei Dom Carlos e do Príncipe Real Dom Luís Filipe

 

A Real Associação do Porto manda celebrar Missa, no próximo dia 1 de Fevereiro pelas 19 horas na Igreja dos Clérigos, por alma do Rei Dom Carlos e do Príncipe Real Dom Luís Filipe, recordando e homenageando o Soberano e o Herdeiro da Coroa de Portugal pelo Seu sacrifício ao serviço da Pátria.


 

publicado por Manuel Aranha às 09:17
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2010

Sr. Keynes - O Iluminado

 Alguma mente iluminada me consegue explicar a razão de existência disto? Porque é que a meta são 3% e não 0%? Estas teorias do Sr. Keynes são demasiado complexas para mim...

publicado por João Ribeirinho Soares às 11:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

1 OE responsável

Alguém me explica por que é que isto está a acontecer? Acho óptimo que se corte despesa com a Função Pública, eu pessoalmente até procedia a despedimentos, agora continuar a endividar o País a um ritmo louco?? Onde anda a responsabilidade do OE assumida perante as agências de rating?

publicado por João Ribeirinho Soares às 09:04
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Transportes (2)

Apontou-me o Michael Seufert , e muito bem, que "não é por acaso que os três maiores países em termos de ferrovia são a Alemanha, a França e a Polónia, países centrais e de passagem para os transportes de mercadorias na Europa", e que "países limítrofes têm muito menos utilidade na ferrovia, que países centrais de passagem".

 


À parte:

Na realidade, quando falei em "porta de entrada e saida da Europa" possivelmente não me expressei bem (obrigado Mendes!). Pensei nisso depois de postar, mas decidi deixar ficar para não perder isso da ideia. É óbvio que uma mercadoria com destino Alemanha não vai daqui de comboio...

 


 

Naturalmente que concordo com o que o Michael Seufert me diz - seria cego se não concordasse - até porque, é fácil ver que a Alemanha, a França e a Polónia têm varios países vizinhos que não têm costa marítima e que estes não têm outra maneira de ver chegar as suas mercadorias, se não por camião ou por comboio. 

 

No nosso caso, o único vizinho que temos é a Espanha, que por acaso tem uma linha costeira que deve ser o dobro ou mais do que a nossa. O desafio é, então, se as nossas operadoras/companhias de transporte conseguem ser mais competitivas que as espanholas. E eu acredito que conseguimos, porque, para uma grande e importante área territorial e economica espanhola (Madrid e áreas fronteiriças a Portugal), os nossos portos estão mais perto que qualquer porto espanhol. Resta saber se queremos continuar a ser ultrapassados pelos espanhóis em tudo... É que eles já estão a apostar nisso!!!

 

Hoje o trafego internacional por ferrovia em Portugal é praticamente inexistente e mesmo o interno é insignificante em relação ao rodoviario, tipo 5%, muito por culpa do completo desinvestimento nesta área. E por falta desse investimento muita da mercadoria vai por Vigo ou por outros portos mais a norte ou na costa mediterrânea.

 

É nesse ponto que eu acho que podemos actuar e apostar, além de, como também explico no post, dos beneficios ao nivel da eficiencia energética, do ambiente, e do descongestionamento e preservaçâo das nossas estradas.

 

(Deve continuar noutro post - o tempo não chega para tudo... :-(  )

publicado por Manuel Aranha às 01:27
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010

Onde andam os concursos públicos?

"O mais escandaloso nos escândalos é que nos habituamos a eles". Simone de Beauvoir

 

publicado por Manuel Aranha às 16:45
link do post | comentar | favorito

Transportes

Entre 1970 e 1998 a percentagem de mercadorias que eram transportadas por ferrovia na Europa baixou de 21,1% e 8,4% (de 283 mil milhões de toneladas por Quilómetro para 241 mil milhões). Mas enquanto cá (na Europa) este meio de transporte perdia a sua relevância, nos EUA desenvolvia-se de uma maneira exponencial, muito porque as companhias ferroviárias estavam a conseguir ir de encontro às necessidades da industria. EUA fazem actualmente 40% dos transportes enquanto Europa já vai abaixo dos 8%.

 

Podemos ver na figura seguinte a quantidade de mercadoria que é transportada por ferrovia por país (isto em 2006, que não deve ser muito diferente de agora) e rápidamente podemos concluir que em Portugal este meio de transporte de mercadorias é práticamente inexistente. 

 

 

Se tivermos em conta o investimento que é feito todos os anos em novas estradas e auto-estradas e o compararmos com o investimento em ferrovia, podemos perceber porque é que cada vez mais o transporte ferroviário vai perdendo terreno em relação ao rodoviário.

 

Mas, na minha opinião, não podemos desvalorizar o facto de que Portugal é a primeira porta de entrada e a última de saída da Europa para o Atlântico e que por isso devemos aproveitar e apostar em usufruir da melhor maneira os frutos dessa propriedade.

 

Daí que eu entenda que devemos desenvolver e melhorar as vias de ligação  entre o estrangeiro (Espanha) e os nossos portos, pelo menos aos mais importantes (Sines, Leixões, Lisboa, Setúbal...) e também entre estes, tornando-as mais rápidas e eficientes. Assim teremos uma rede que poderá tornar mais atraente este meio de transporte, pondo-o mais próximo das empresas e com preços muito mais competitivos. 

 

Em termos de sustentabilidade o transporte rodoviário é apenas vantajoso no caso de pequenas quantidades de mercadorias e para curtas distancias. Quando passamos para cargas mais volumosas e pesadas e para médias ou longas distâncias o transporte ferroviário torna-se muito mais sustentável e energeticamente eficiente. Segundo o EUROSTAT na Europa 82% da energia consumida nos transportes é a rodoviária (cá em Portugal ultrapassa os 90%), enquanto que os transportes ferroviários consomem apenas 2% e a base é eléctrica, portanto muito mais limpa. Além disso, descongestiona as nossas estradas de camiões que, muitos deles, fazem apenas as ligações de portos portugueses para terminais ferroviários espanhois, visto não existirem outros meios.

 

Entendo, então, que temos muita margem de manobra para melhorar e organizando um plano de estratégia como fez a Espanha (Plano Estratégico Integrado de Transportes) conseguiremos fazer isso de maneira sustentável. A liberalização dos transportes ferroviário, que cá já arrancou, foi sem dúvida um grande passo nesse sentido, faltando agora apenas a melhoria das condições.

 

Continuarei noutro post!

publicado por Manuel Aranha às 15:19
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010

Bloga

O Tiago Moreira Ramalho deu finalmente o pontapé de saída no seu Plomb du Cantal. A acompanhar.

publicado por Tiago Loureiro às 19:36
link do post | comentar | favorito
contacto | twitter

autores

pesquisar

 

blogues dos nossos

mais comentados

16 comentários
14 comentários
11 comentários
8 comentários

últ. comentários

Solicite um empréstimo rápido e conveniente para p...
Você quer comprar um rim? ou quer vender seu rim??...
Olá Você precisa de um empréstimo, empréstimo ...
Oláoferta de empréstimo de dinheiro rápido entre p...
Olá.Não se preocupe Mais para o seu pedido de empr...
Olá Sir / SraNós oferecemos nossos serviços para p...
SOUTHWESTLOANFUNDING é uma empresa de empréstimo n...
oferta de empréstimo a qualquer um sério e respons...
Good Day Dear Loan Seeker,Do you need an urgent fi...
oferta de empréstimo entre particular, muito rápid...

arquivos

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds