Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2009

Desmistificação

Recentes comentários ao meu post "Democracia-Cristã, Socialismo e Objectivismo", entretanto já espalhado pela blogosfera aqui e aqui, fazem uma confusão que não pode ser deixada passar em claro.


Há quem diga que, para se ser democrata-cristão é necessário ser-se religioso. Há quem continue insistindo em dizer que a Democracia-Cristã é socialismo.

Eu discordo. Absolutamente.

 

Poderia entrar em toda uma argumentação e, mais uma vez, fazer um texto enorme e torturar os pobres leitores que, decerto, já devem suplicar para eu deixar de escrever sobre a Democracia-Cristã...

Vou tentar outra abordagem e deixar, desta vez, algumas questões.


 

Aqueles que acham que um Estado deve ter responsabilidade social são, obrigatoriamente, socialistas?

Os socialistas que acham que o Estado deve privatizar alguns sectores são, obrigatoriamente, liberais?

Os liberais que são contra impostos são, obrigatoriamente, anarquistas?

Os crentes que votam em partidos socialistas serão incoerentes?

Os socialistas que são contra aborto ou eutanásia, que envolvem o princípio cristão da vida, serão incoerentes?

Ou seja, quem quer que defenda os valores da vida, da família e da solidariedade terá de ser, obrigatoriamente, crente? 


 

Não me parece. De todo.

 

publicado por Luís Pedro Mateus às 16:50
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Ana Gabriela A. S. Fernandes a 11 de Dezembro de 2009 às 11:32
Luís Pedro

O termo "social" é que leva ao equívoco.
Trata-se de diferentes perspectivas de "social", completamente diversas.

Na democracia-cristã, é uma perspectiva natural de "protecção dos mais frágeis" de uma daad comunidade, e sempre numa perspectiva de estímulo, ânimo, de promoção de uma vida digna e, tento quanto possível possível, autónoma. A base é o respeito pela vida, por cada indivíduo. Esta sociedade em que a sociedade civil está viva e dinâmica caminha para a prosperidade.

No socialismo, os indivíduos são considerados parte de uma massa, de um grande grupo, que pagam impostos e alimental a máquina, a "elite", os iluminados", há um paternalismo. Os iluminados é que decidem como se organiza o plano económico e social, as massas só têm de pagar impostos e obedecer. Promove-se a dependência, não a autonomia.Os iluminados vivem às custas das massas e têm direito a um nível de vida superior. ´Não por mérito mas pelo cargo que ocupam. Esta sociedade em que a sociedade civil está murcha e manietada caminha para a pobreza.

E não, nunca é demais falar sobre estes conceitos que geram tantos equívocos, até mesmo para desmontar a "novilíngua" socialista.
Ana


Comentar post

contacto | twitter

autores

pesquisar

 

blogues dos nossos

mais comentados

16 comentários
14 comentários
11 comentários
8 comentários

últ. comentários

SOUTHWESTLOANFUNDING é uma empresa de empréstimo n...
oferta de empréstimo a qualquer um sério e respons...
Good Day Dear Loan Seeker,Do you need an urgent fi...
oferta de empréstimo entre particular, muito rápid...
oferta de empréstimo entre particular, muito rápid...
oferta de empréstimo entre particular, muito rápid...
Olá / boa noiteSeria injusto da minha parte não el...
Olá / boa noiteSeria injusto da minha parte não el...
Olá / boa noiteSeria injusto da minha parte não el...
Sr. lund christopher a commenté un article auquel ...

arquivos

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds